Este Espaço tem por objetivo compartilhar leituras, falar de encontros, educação, eco-feminismo, parto humanizado, cultura de paz, espiritualidade, dança... de movimentos que o Universo faz pelos quais nos encontramos.
Seja bem vindo, a entrada é franca e amiga... mas chegue com o coração aberto, senão, de nada vai adiantar estar aqui!

27 de jul de 2010

A DOULA


.
Um novo papel, com profundas raízes em práticas tradicionais milenares.
.
.
.
.
.
Desde os primórdios da humanidade foi se acumulando um conhecimento empírico fruto da experiência de milhares de mulheres auxiliando outras mulheres na hora do nascimento de seus filhos.
Conhecimento que foi se perdendo com a recente hospitalização do parto das ultimas décadas.
A figura da doula vem surgindo como uma tentativa de integração dos conhecimentos tradicionais milenares acumulados pela experiência humana com os progressos científicos contemporâneos do tecnológico cenário hospitalar.
.

.

Quem é a doula?
.
A palavra grega doula, vem sendo utilizada a partir das pesquisas de Marshall H. Klauss e John H.Kennel no inicio da  década de 90 para designar profissionais preparadas para brindar conforto físico apoio emocional e informativo, a  mulheres, (e aos seus companheiros e/ou outros familiares) antes, durante e após o parto.
.
.
.
.
..Benefícios
.

Tem se demonstrado que o parto evolui com maior tranquilidade, rapidez e com menos dor e complicações tanto maternas como fetais. Torna-se uma experiência gratificante, fortalecedora e favorecedora da vinculação mãe-bebê.
Segundo dados publicados no primeiro livro “ Mothering the Mother” de Marshall H. Kalus, Phyllis H. Klaus e John Kennell., as mães acompanhadas por uma mulher que lhe prestasse apoio emocional e física durante todo o trabalho de parto tinham resultados surpreendentemente melhores, reduzindo:
.
  • 50% de cesarianas
  • 25% do tempo de trabalho de parto
  • 30% do recurso aos fórceps
  • 40% do recurso à oxitocina
  • 60% do uso de epidural
  • 30% do recurso a analgésicos
  • Problemas na amamentação
  • Incidência de depressão pós-parto.
.
Resultados semelhantes foram confirmados em pesquisas posteriores.
A organização Mundial da Saúde (OMS) e o Ministério da Saúde de vários países entre eles o Brasil reconhecem hoje apos uma década de pesquisas cientificas a enorme contribuição da presença da doula nesse momento tão significativo e de tão profundas repercussões futuras. As vantagens também ocorrem para o Sistema de Saúde, que além de oferecer um serviço de maior qualidade, tem uma significativa redução nos custos dada a diminuição das intervenções médicas e do tempo de internação das mães e dos bebês.  Estima-se que existam atualmente de 10.000 a 12.000 doulas atuando nos Estados Unidos de Norte América. No Brasil, a demanda de mulheres e instituições que solicitam esse serviço, ainda que bem menor, também vem crescendo significativamente.
.
O que a doula faz? Papel da doula na Gravidez
.
A doula apoia a mulher (casal) na preparação para o parto, facilitando conhecimentos e vivências que ajudem a compreender como o parto acontece e os diversos tipos de parto, a realidade dos diversos locais de parto.
Explica os procedimentos comuns que serão realizados, e os recursos não farmacológicos para lidar com a dor e favorecer o desenvolvimento natural do parto, tais como técnicas de relaxamento, massagens, respirações, etc.
A Doula não toma decisões pela mulher (casal). Disponibiliza-se para esclarecer as duvidas e receios e facilita informações que ajudem fazer escolhas conscientes relativas ao tipo de parto que deseja apoiando e respeitando os desejos de cada mulher/casal. (Ver Plano de parto).
.
Papel da doula no trabalho de parto e Parto
.
A doula apoia a mulher (casal) durante todo o trabalho de parto, tanto em casa, como no hospital (sempre que permitido) Favorece posições  confortáveis, que propiciam alivio da dor e o desenrolar natural do parto. Além de outras medidas naturais para o alivio das dores, como banhos, massagens, relaxamento, respirações etc. Complementa o apoio que habitualmente os serviços de saúde disponibilizam para este momento, explicando os complicados termos médicos e os procedimentos hospitalares apoiando emocionalmente e atenuando a eventual frieza da assistência hospitalar num momento de grande vulnerabilidade.
.
Papel da doula no Pós-Parto
.
A doula visita a nova família tanto na maternidade como na sua casa, apoiando física e emocionalmente a nova mãe, transmitindo confiança  e informações que auxiliam  na delicada tarefa de amamentar e cuidar do bebê.
.
O quê a doula NÃO faz
.
A doula não substitui qualquer dos profissionais tradicionalmente envolvidos na assistência ao parto. A Doula não tem formação médica ou de enfermagem e por isso  não realiza procedimentos tais como medir a pressão arterial, escutar o coração do bebê ou cuidar da saúde do recém-nascido. Também não é sua função discutir procedimentos ou questionar decisões da  equipe de saude.

Pesquisa: http://daraluz.com.br
Por Lucía Caldeyro

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gentileza gera Gentileza

Se algum artigo neste blog estiver como "autoria desconhecida" e você souber informar, agradeço e farei a devida correção. Solicito também que ao extrair qualquer informação desta página seja adicionada à devida autoria ou endereço: http://pedagogiadoencontro.blogspot.com

Grata pelo Encontro.